Técnicas Psicológicas


A Inteligência Multifocal é uma ciência pragmática e nos propõe técnicas psicológicas para sermos líderes de nós mesmos, objetivando reeditar as memórias negativas e produzir janelas paralelas da memória. Estas técnicas são principalmente duas:
1. DCD (dividir, criticar, determinar)
2. Mesa – redonda do “eu”
O D.C.D. – (Duvidar, Criticar, Determinar) – Traz a Arte de Duvidar que é a pérola da Filosofia, a Arte da Crítica que é a pérola da Psicologia e a Arte da Determinação que é a pérola da área de Recursos Humanos.

            A Mesa-redonda do “eu” é uma prática de auto-questionamento e reflexão, para isso: reserve 15 minutos por dia para reflexão e faça críticas, debates e questionamentos sobre o que lhe parecer negativo e doentio.
Lembre-se: a renovação, a determinação e a persistência nos oferecem a força necessária para transformarmos nossa vida e a maneira como nos colocamos nela, em um espiral ascendente de melhoria contínua e crescimento baseados em nossos princípios e valores.


Quem busca desenvolver sua inteligência, uma maior qualidade de vida, o auto-conhecimento, a auto-liderança e conquistar melhor saúde emocional e intelectual deve conhecer e lançar mão destas técnicas que são de simples aplicação e trazem um resultado positivo que farão muita diferença em sua vida.
Segundo a teoria da Inteligência Multifocal, não podemos apagar nossa memória, mas podemos reeditá-la, reescrevê-la ou ressignificá-la. Isso quer dizer que nossas memórias passadas sejam elas boas ou ruins, uma vez registradas em nosso cérebro se tornam perenes. O que acontece é que são perenes mas não são imutáveis, assim, podemos fazer uma reedição, darmos um novo significado às experiências vividas e/ou presenciadas que foram registradas em nossa memória. Isso pode ser feito através da imaginação criativa e do auto-diálogo, se questionando, onde criamos um novo significado. É como se colocássemos belas flores em um solo antes árido. Assim, criamos jardins onde só havia infertilidade, segurança onde havia insegurança, compreensão onde havia conflito, paz onde havia perturbação, coragem onde havia medo, autoliderança onde havia impulsividade.
Aí você pode se perguntar que importância tem isso. Sua inteligência também é formada pelas suas experiências de memória, seu comportamento e sentimentos também o são; então imagine que diferença há na inteligência, nos comportamentos e nos sentimentos formados com memórias de traumas de guerra, por exemplo, e outra formada pela paz, mansidão e felicidade. Há uma grande diferença, não?
Agora, por que criar janelas paralelas de memória? Quando você está vivendo uma experiência, sua mente busca registros de memória para interpretar e representar essa experiência. Por exemplo, quando você vai viajar de avião, sua mente busca referências para interpretar esta situação, se encontrar favelas de memória, onde as referências são desastres aéreos, por exemplo, isso poderá te causar medo e insegurança. Agora, se você começar a “mesclar” dúvidas e experiências positivas sobre estas memórias, pensamentos, medos e inseguranças, quando estas janelas de memória limitantes forem abertas, abrirão também janelas reconfortantes, agradáveis e muitas vezes cheias de recursos. Isso faz com que uma experiência antes desagradável ganhe um novo significado e permita com que você entre em um estado de recursos para vivê-la. Assim, segue uma sugestão de Roteiro para uso das TÉCNICAS PSICOLÓGICAS :

            Estas são técnicas que alicerçam nossa capacidade de gerenciar os pensamentos e emoções para sermos líderes de nós mesmos no palco da nossa mente.

1 - D.C.D. (Duvidar, Criticar, Determinar)
Dentro e fora do foco de tensão

Meta: Reeditar a memória através de um dos processos de transformação da personalidade pela teoria da Inteligência Multifocal.
            Não podemos deletar a memória, só reeditá-la ou reescrevê-la.
            Reeditar ou reescrever a memória não é apagar os arquivos doentes, mas inserir novas experiências nas janelas da memória. É entrar no palco da mente e construir segurança onde existe o medo, lucidez onde existe estupidez, tranqüilidade onde existe ansiedade.
            Primeiramente, pergunte-se, o que te incomoda, pode ser:

 

sentimento
emoção
trauma
conflito interno
angústia
stresse
lembrança
idéias dramáticas
idéia tola
humor triste
conflito social
medo
pânico
idéias negativas
ansiedade
depressão
fadiga
dor
insegurança
choro
decepção
perda
raiva
nojo
vergonha
mágoa
rejeição
crise
teimosia
outros

 

Em seguida, dissocie-se desta experiência, como quem a observa de longe com o máximo de detalhes.

Um atenuador deste incômodo agora, é imaginar o que você deseja sentir realmente, pode ser:

 

alegria
felicidade

auto-estima
segurança
tranqüilidade

paz
coragem
prazeres
satisfação
auto-liderança
auto-confiança
qualidade de vida
outros_____________________________

 

Para reforçar este estado de recursos, pare e pense: recorde ou crie uma experiência que te traz os sentimentos que você deseja. Reserve alguns minutos para isso, sinta o que você sente, veja o que você vê e ouça o que você ouve.

Repense a situação ou experiência que te incomoda e use a técnica do DCD (duvidar, criticar, determinar). Veja o exemplo, com uma idéia que insiste em te incomodar, afirme:
Essa idéia não tem fundamento! (Dúvida)
Deixarei de ser algemado por ela! (Crítica)
Determino ser livre e reconstruir minha história! (Determinação)

2-MESA REDONDA DO EU
Fora do foco de tensão

         Criar janelas paralelas de memória é criar janelas saudáveis que tem interconexão com as janelas doentias do inconsciente. As janelas saudáveis se abrem imediatamente quando as janelas doentias são abertas, fortalecendo a liderança do “eu”.
         Isolar-se por 15 minutos, fazer debates, questionamentos e críticas diárias de suas características doentias.
         Isso é plantar um jardim em sua memória. Deixar de ser vítima e se tornar autor da própria história.
Esta técnica pode ser realizada três vezes por semana em qualquer lugar, podendo ser no chuveiro ou antes de dormir. A escolha é sua. Use as técnicas e sentirá a diferença.

Sobre o autor do site vocevencedor.com.br:

Flávio Souza- Formador de Coaches da International Coaching Community – ICC e Lambent do Brasil - CEO da Você Vencedor Soluções Empresariais

Para mais informações: São Paulo  - (11) 9 9685 9137
Região de Campinas / Circuito das Águas e Circuito das Malhas:: (19) 3898 1295 / (19) 9 9613 8836

atendimento@vocevencedor.com.br  – flaviosouza@vocevencedor.com.br

Sites:http://www.vocevencedor.com.br/

           http://www.flaviosouza.com.br/

Blogs:http://www.mensagensmotivacionais.com.br/

            http://www.osegredodosrelacionamentos.com.br/

Loja virtual:  http://www.lojavocevencedor.com.br/

Canal do youtube: http://www.youtube.com/user/VoceVencedor

Páginas no Facebook:

- Flávio Souza - http://www.facebook.com/profile.php?id=100003180718346

- Você Vencedor - http://www.facebook.com/pages/Voc%C3%AA-Vencedor-Alta-Performance-em-Coaching-e-Lideran%C3%A7a/262043597182742

- Cursos de Coaching: http://www.facebook.com/pages/Cursos-de-Coaching/215294041827190

Twiter:

- Flávio Souza - http://twitter.com/_flaviosouza

- Você Vencedor - http://twitter.com/vocevencedor

Skype: voce.vencedor

VISITE A LOJA DOS VENCEDORES: http://www.lojavocevencedor.com.br/

#